Políticas Internas

POLÍTICAS INTERNAS DA EMPRESA

 

Referentes aos sites: www.grupovidavigor.com.br / www.vidavigor.com.br / www.gvig.com.br

 

As Políticas Internas são as normas estabelecidas para padronizar e oferecer igualdade nas oportunidades para todos os Revendedores Independentes, e também para oferecer uma forma de criar e organizar o negócio de cada um, segundo as intenções e desejos de cada Revendedor Independente cadastrado.

As Normas aqui estabelecidas foram e estão em vigor desde a fundação e inicio dos Negócios da Empresa, e baseadas em normas já existentes em empresas fornecedoras desde a data de suas aberturas, e são as regras que seguimos.

Essas normas foram e serão divulgadas a todos os Revendedores Independentes sempre, e a cada membro cadastrado, para que cada um tenha consciência de como funciona as Politicas Internas da Empresa, e para que possam no momento de indicar ou convidar um amigo ou novo consumidor ou Revendedor, possam orientá-los quanto à forma de trabalho que seguimos.

Ao convidar pessoas a serem parceiros desse nosso grupo de negócios, devemos esclarecer os seguintes itens de nossa Política Interna:

 

1) Quem Somos?

 Somos um Grupo de Negócios formado pela empresa mantenedora dos nomes Espaço Vida Vigor e Gvig, que disponibiliza esses negócios aos afiliados e ou cadastrados na empresa, os quais serão chamados de Revendedores Independentes e que terão suas contas para compra e venda de mercadorias e bens de consumo diversos como no Venda Livre.net.

Nossa Empresa é considerada como Mercado on-line e de distribuição multinível, que são aquelas que comercializam produtos por intermédio de comerciantes ou Revendedores que, por sua vez, patrocinam outros, recebendo pagamentos baseados sobre as vendas realizadas pelos patrocinados.

 

2) O que Oferecemos?

 Nosso negócio não se trata de investimento financeiro e sim uma forma de adquirir e consumir produtos de consumo diário ou esporádico, e que possibilita recompensa pelo consumo e revenda, mas essa recompensa se dá somente pela frequência de consumo e dedicação e trabalho realizado na revenda feita pelo Revendedor Independente e de sua dedicação e emprego de parte de seu tempo ao negócio, nenhuma renda será fixa, pois depende unicamente da participação, dedicação e consumo de cada membro.

Nossa Empresa tem Constituição formada para revender mercadorias de uso residencial e pessoal, de uso diário ou esporádico, como um supermercado ou loja de produtos naturais online, e oferecemos esses produtos a todos que sentirem necessidade ou interesse em adquiri-los.

Um de nossos focos é oferecer uma oportunidade mais flexível para as pessoas estarem adquirindo e oferecendo produtos que podem ser de vários fornecedores em um único negócio, que na maioria os negócios atuais têm somente uma linha e valores mínimos de compra. Oferecemos assim, várias marcas e linhas com valores menores do que exigidos pelos fornecedores normais, podendo assim mesclar várias linhas e adquirir somente os produtos que necessitam, sem ter que formar um volume específico de compras em uma única vez e de uma única linha. Isso flexibiliza e amplia a área de atuação de compra, venda e negócios de cada afiliado.

Outro foco é recrutar Revendedores Independentes que desejem consumir e revender nossos produtos, ganhando assim comissões pelo seu volume de vendas. A venda direta deve ser entendida como aquela em que produtos e serviços são apresentados diretamente ao consumidor, por intermédio de explicações pessoais, catálogos e demonstrações. Os Nossos Revendedores Independentes são pessoas que participam do sistema de distribuição de nossa empresa de venda direta. Pode ser agente comercial independente, contratado por empreitada, Revendedor ou Revendedor independente, representante, empregado ou por conta própria, franqueado ou similar.

Pelo esforço de cada um, temos uma estrutura de reconhecimento pela indicação de nossos produtos e novos Revendedores Independentes, o que também geram comissões por reconhecimento a esses esforços.

Pela indicação e cadastramento de um novo membro por um de nossos Revendedores Independentes já Cadastrados, a empresa retribuirá ao Revendedor Indicador, um brinde por indicação e posteriormente uma gratificação sobre as compras realizadas por este novo membro indicado, a qual estará alocada dentro de uma estrutura de indicações e níveis que calculam os valores para cada nível de indicação.

Os Clientes poderão procurar por Revendedores Independentes próximos a eles em nosso sistema (e-mail, telefone, facebook, WhatsApp e outros meios),  oportunizando mais contatos aos nossos Revendedores Independentes e facilitando assim aos clientes poderem encontrá-los onde estiverem, adquirindo assim produtos até com a isenção de taxas de envio caso o Revendedor estiver próximo ao cliente e possuir o produto a pronta entrega.

Nossos Revendedores têm descontos especiais, e terão nosso apoio e atendimento sempre voltado a melhorar seus conhecimentos e contatos.

Nossa empresa não tem e nem possuirá vinculo empregatício com os Revendedores Independentes, pois os mesmos fazem desta atividade algo próprio e extra, podendo ter seus empregos registrados em outras empresas ou terem suas próprias empresas registradas, e são considerados por nós “Revendedores Independentes”, sendo que os mesmos podem e devem estar contribuindo autonomamente com os encargos e contribuições legais, para serem reconhecidos e terem seus direitos nestas áreas como descrito no próximo parágrafo.

O Revendedor Independente é considerado por lei como comerciante ambulante e é considerado contribuinte obrigatório para fins previdenciários, nos termos da Lei n º 8.212, de 24.07.1991 e Decreto número 2.173 de 05.03.1997 e suas alterações posteriores, sendo obrigado a recolher contribuições para o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) calculadas com aplicação de alíquotas de 20%.

 

3) O que podemos fazer nesse negócio?

3.1 – Neste negócio podemos incentivar outras pessoas a ingressarem em nosso grupo, para vender ou consumir os produtos de nossas linhas;

3.2 – Podemos dividir comissões, ajustar valores ou criar grupo de indicados podendo assim, fazer parcerias e administrar o negócio da melhor forma possível, nos beneficiando e beneficiando outras pessoas as quais podem estar junto conosco no negócio.

3.3 – Podemos vender nossas mercadorias porta a porta, no momento que desejarmos e no período e tempo que desejarmos, cada um administra seu negócio de maneira a se sentir bem e que venha a complementar ou realizar seus desejos;

3.4 – Outra opção será indicar vendas diretas pelas suas lojas na internet, isso poderá ser feito com a aquisição dos módulos de lojas virtuais que oferecemos aos Revendedores e Revendedores Independentes, ou indicar um novo membro para o negócio, que irá consumir, comprar ou revender os produtos que possuímos, com isso, receber bonificações em valores que poderão ser recebidas em descontos em compras futuras, descontos em taxas de envio (frete / Correios), ou bonificações para troca por mercadorias.

3.5 – Ao se sentir apto a demonstrar e utilizar os produtos, o Revendedor pode formar e reunir grupos para divulgar seu negócio, oferecendo e indicando os produtos;

3.6 – Existem muitos terapeutas e lojas de produtos naturais indicando e utilizando esses produtos, e os resultados estão sendo maravilhosos, essa é uma nova área a ser desenvolvida por nossos Revendedores Independentes, indicando, vendendo ou cadastrando terapeutas e profissionais da área, bem como salões de beleza, pet Shops e outros estabelecimentos que podem revender ou utilizar esses produtos.

 

4) Como se Habilitar a ser um Revendedor?

 Ao se interessar pelo Grupo de Negócios, pelos produtos e tendo intenção de efetuar uma compra na Loja Virtual o cliente vai efetuar um cadastro no momento da compra, esse cadastro será a base de dados para uma possível futura adesão ao sistema de Revendedores Independentes. Também poderá ser efetuado em um contato com a empresa onde os dados dos interessados em se cadastrar, devem ser enviados por e-mail ao atendimento da empresa (atendimento@vidavigor.com.br ), ou podendo ainda ser comunicado pelo contato no site onde existe opção de envio de e-mail, ou solicitado por telefone. Revendedores habilitados também podem informar e/ou ajudar nestes procedimentos e informações, bem como efetuar seu cadastro diretamente no site www.gvig.com.br no link quero me cadastrar.

4.1 – Como se tornar um Revendedor Independente e adquirir uma Loja Integrada de Revendedor

4.1.1 – Para se tornar um Revendedor Independente será exigido um acúmulo de R$ 200,00 (Duzentos reais) em compras na Loja virtual Vida Vigor (www.vidavigor.com.br), podendo ser esse valor acumulativo, não exigido em uma única compra. Após atingir esse valor o cliente deve informar seu desejo de se tornar um Revendedor Independente, solicitando a liberação de seu Login e senha no site de Revenda www.gvig.com.br.

4.1.2 – Ao se tornar um Revendedor Independente, o parceiro terá um escritório virtual para acompanhamento e gerenciamento de suas atividades dentro do grupo.

4.2.3 – Ao se tornar um Revendedor Independente, o parceiro poderá adquirir caso desejar, uma extensão de nossa Loja virtual, onde poderá divulgar e vender todos os produtos cadastrados no sistema e adicionar outros produtos seus, caso tenha interesse;

4.1.4 – A Loja Integrada de Revendedor possui todos os produtos que temos adicionados para revenda já cadastrados e prontos para venda. Com a Loja, poderá indicar e vender os nossos e os seus produtos, com todos os controles existentes no sistema, correios, cobranças, pagamentos, envios, tudo integrado. Os produtos cadastrados no sistema da loja (não incluindo os produtos próprios do Revendedor que deverão ser por ele administrados), que por ventura forem vendidos, serão processados como uma loja Drop Shipping, que é uma parceria onde fornecemos uma loja completa ao Revendedor que a mantem em divulgação, e as vendas que ocorrerem serão processadas e enviadas por nossa central, creditando ao Revendedor a comissão acertada nas vendas pela Loja Integrada.

4.1.5 – Os custos para aquisição da Loja Integrada de Revendedor são o custo anual do domínio escolhido pelo Revendedor, mais os custos mensais do Servidor para manter a Loja funcionando na Internet.

4.1.7 – Caso o Revendedor Independente Necessitar de ajuda e auxílio para configurações diferentes das oferecidas, cadastros de produtos e alterações que estão fora do ajuste inicial para funcionamento, serão cobradas taxas extras que serão acertadas entre o Revendedor, a Empresa e o T.I.

4.1.8 – Lembrete: O Revendedor não será proprietário da loja virtual, pois esta não foi e nem estará sendo vendida ao Revendedor, somente será liberada para uso em consignação ligada a divulgação e venda dos produtos pelo Revendedor. Os custos cobrados do Revendedor somente serão os custos que a empresa terá para mantê-la online na internet, e somente poderá mantê-la em funcionamento com todos os produtos oferecidos pela empresa agregados a mesma. Caso o Revendedor desejar uma loja própria poderá informar-se com a empresa onde adquiri-la, mas com custos iguais aos cobrados pelo desenvolvimento de sites e sistemas cobrado pelo mercado atual.

 

5) Confirmação de Dados Cadastrais e Contrato de Parceria das Lojas e Revenda

 Após a empresa receber a solicitação de cadastro, enviará e-mail para confirmar a intenção sobre o referido cadastro e os dados para confirmação.

Para a obtenção de possíveis benefícios em negociações descritas em Nossas Políticas Internas e outras futuras que possam ser diferentes aos descritos aqui, o Revendedor deve imprimir e enviar o Contrato ou Termo de Associação e Compromisso assinado, juntamente com cópia do RG, CPF e comprovante de residência para o e-mail do atendimento da empresa, ou por correio à Rua Severiano Tonini, 67 – Bairro Frei Bruno  – CEP 89.825-000 – Xaxim – SC.

O envio dos documentos é de responsabilidade dos próprios Revendedores Independentes, sendo assim, não nos responsabilizamos pelas cópias de documentos enviados por terceiros.

É necessário que todas as cópias dos documentos, inclusive comprovante de residência, sejam do Revendedor Cadastrado (titular da conta).
Não é necessário o reconhecimento e/ou autenticação (assinatura em cartório).

 Lembrete: Não é permitida a Associação e exercício destas atividades por pessoas menores de 18 anos.

 

6) Como fazer Compras ou Pedidos

 Todos os clientes devem fazer seus pedidos diretamente na Loja Virtual Vida Vigor, Site de Distribuição Gvig ou caso necessitar de ajuda, solicitar o mesmo por e-mail, Telefone, WhatsApp ou meios disponibilizados pela Empresa.

 

7) Valores mínimos de compras ou pedidos aos Revendedores Independentes e Clientes

 Não há valor mínimo ou máximo definido, os valores estão liberados para Revendedores e Clientes.

 

8) Pagamento das Compras (Pedidos)

8.1 – Todos os pedidos devem estar acompanhados de Ordem de pagamento à vista: comprovante de pagamento por depósito, transferência bancária, boleto à vista ou cartão de crédito ou débito.

8.2 – Os Depósitos e transferências devem ser identificados e enviados as cópias dos comprovantes por e-mail, whatsApp e ou facebook e informados do envio pelo Cliente e ou Revendedor.

 

9) Descontos, Comissões ou Renda dos Revendedores Independentes

9.1 – Descontos: Os Revendedores Independentes cadastrados e que manterem vendas periódicas, terão descontos exclusivos nas mercadorias, os quais podem variar de acordo com cada linha de produto e valor total de compra.

– Exemplo de algumas linhas Já disponíveis para compra e descontos:

Engedi = Desconto de aproximadamente 30% sobre o valor do catálogo oficial Gvig;

Natu Charm = Desconto de aproximadamente 30% sobre o valor do catálogo oficial Gvig;

Sul Flora  = Desconto de aproximadamente 30% sobre o valor do catálogo oficial Gvig;

Angimar  = Desconto de aproximadamente 30% sobre o valor do catálogo oficial Gvig;

Saúde e Vigor = Desconto de aproximadamente 30% sobre o valor do catálogo oficial Gvig;

Anil Cosmeticos= Desconto de aproximadamente 30% sobre o valor do catálogo oficial Gvig;

Forever Living = Desconto de aproximadamente 23% sobre o valor do catálogo oficial Gvig.

Obs.: As porcentagens poderão ser alteradas caso a empresa tenha necessidade de ajusta-las para manter a distribuição de benefícios aos seus Afiliados e Revendedores Independentes.

Obs.: Solicite também se desejar mais informações sobre porcentagens para a empresa.

 

9.2 – Comissão ou renda gerada nas vendas: A comissão ou renda sobre as vendas variam de acordo com o desconto obtido em cada linha específica como exemplo descrito abaixo:

Engedi = aproximadamente 43% de ganhos, comissão ou renda gerada sobre as vendas;

Natu Charm = aproximadamente 43% de ganhos, comissão ou renda gerada sobre as vendas;

Sul Flora = aproximadamente 43% de ganhos, comissão ou renda gerada sobre as vendas;

Angimar = aproximadamente 43% de ganhos, comissão ou renda gerada sobre as vendas;

Saúde e Vigor = aproximadamente 43% de ganhos, comissão ou renda gerada sobre as vendas;

Anil Cosméticos = aproximadamente 43% de ganhos, comissão ou renda gerada sobre as vendas;

Forever Living = aproximadamente 30% de ganhos, comissão ou renda gerada sobre as vendas;

Obs.: As porcentagens poderão ser alteradas caso a empresa tenha necessidade de ajusta-las para manter a distribuição de benefícios aos seus Afiliados e Revendedores Independentes.

Obs.: Solicite também se desejar mais informações sobre porcentagens para a empresa.

Obs.: Outras linhas que por ventura forem agregadas podem ter descontos diferenciados. Esses valores sempre serão comunicados e no momento da efetuação do pedido já ocorrerá o desconto ou a compra já será no valor de custo dos produtos.

 

10) Sobre as Entregas

 Atenção: Confira se todos os dados do endereço de entrega estão corretos.

Caso o endereço informado esteja incorreto, a taxa de entrega será cobrada novamente. Em pedidos intermunicipais e Interestaduais, além da taxa de entrega, serão cobrados também valores referentes a impostos incidentes na emissão de uma nova Nota Fiscal para remessa para o reenvio dos produtos.

É também imprescindível saber que o Nome Emitido na Nota Fiscal ou no Endereço dos Correios é da pessoa que irá receber a mercadoria, caso está não esteja presente no momento da entrega da mercadoria, a mercadoria não poderá ser recebida por outros. Nesse caso, a transportadora terá que retornar com o produto e fazer uma nova entrega, que também passará ser cobrada.

Ao receber sua mercadoria, favor realizar as seguintes conferências antes de liberar a transportadora:

  1. a) Conferir se o número da nota fiscal corresponde aos números escritos na caixa.
  2. b) Conferir se a quantidade de volumes (caixas) recebidos é o mesmo apresentado na nota fiscal.
  3. c) Verificar se não há sinais de violação da caixa, se a mesma se encontra amassada, muito suja e/ou molhada, ou seja, sinais que possam dar indícios de danos na mercadoria. Toda ocorrência deve ser anotada no verso do documento que fica com a transportadora. Em seguida, você terá até 7 dias úteis após o recebimento para conferir os itens da caixa e informar qualquer divergência à Central de Atendimento.

 

10.1 – Compras de Produtos em Estoque ou Pronta Entrega:

10.1.1 – Opções de Entrega: Os pedidos serão entregues nos endereços definidos e acertados podendo ser enviados pelos Correios ou transportadora (opção definida pela empresa em acordo com cliente/Revendedor);

10.1.2 – Custos do Envio (Transporte): Todos os custos, taxas ou despesas de envio e transporte serão de responsabilidade do Cliente;

10.1.3 – Prazo de Despacho: O prazo de preparação, coleta e despacho das mercadorias é de 03 (três) à 04 (quatro) dias úteis após a confirmação de pagamento;

10.1.4 – Prazo de Entrega: O prazo de entrega das mercadorias é definido pelo sistema dos Correios, variando conforme distância e forma de envio, sendo que esta variação em média se dá de 07 (sete) á 18 (dezoito) dias úteis após a confirmação de pagamento, podendo ocorrer antes ou depois deste período devido a operacionalização dos Correios ou empresa contratada.

10.1.5 – Dias das Entregas: Nossas entregas são realizadas de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

10.1.6 – Tentativas de Entrega: As tentativas de entrega serão feitas de acordo com cada empresa de transporte, podendo ser efetuadas até três tentativas de entrega. Após as tentativas serem feitas, os produtos podem retornar para nosso Centro de Distribuição. Caso isso ocorra, nossa equipe de Atendimento entrará em contato e os possíveis custos de reenvio correrão por conta do cliente/Revendedor.

10.1.7 – Para a Entrega: É necessário que haja uma pessoa autorizada no local para receber as mercadorias. Ao receber a mercadoria verifique se está conforme o solicitado. Caso haja divergências, entre em contato com o Atendimento da empresa em até no máximo 24 horas após o recebimento.

10.1.8 – Para o Envio dos Produtos: Os produtos somente serão preparados para o despacho e envio após a confirmação de pagamento.

 

10.2 – Compra Programada ou Encomenda de Produtos Fora de Estoque:

Infelizmente muitos dos nossos produtos não possuem uma demanda que viabilize a manutenção de Estoque e mantermos em pronta entrega. Com isso, criamos essa oportunidade do cliente poder Encomendar/Reservar o produto desejado. Uma vez alcançada a quantidade de produtos e interessados que justifique a compra e solicitação de produção por parte do fornecedor, efetuaremos a compra. Assim que o produto chegar ao estoque, o produto estará disponível para envio ao cliente. Vale lembrar que a qualquer momento o cliente poderá solicitar o cancelamento da sua reserva, onde será providenciado o estorno do valor. Pedidos de Encomenda/Reserva que ultrapassem as datas firmadas para envio a produção, entre os dias 21 à 20 de cada mês, são cancelados ou renovados para o mês seguinte. No Caso de cancelamento os valores serão estornados aos respectivos clientes/Revendedores, pois não conseguimos atingir a meta de interessados para aquele determinado produto.

 10.2.1 – Opções de Entrega: Os pedidos de encomenda/reserva serão entregues nos endereços definidos e acertados podendo ser enviados pelos Correios ou transportadora, podendo ser enviados assim que disponíveis, ou reservados para o envio no próximo pedido do cliente (opção definida pela empresa em acordo com cliente).

10.2.2 – Custos do Envio (Transporte): Todos os custos, taxas ou despesas de envio e transporte serão de responsabilidade do Cliente;

10.2.3 – Períodos de Pedido de Encomenda e Reserva: O período de Pedido de Compra, Reserva, Preparação, Coleta e envio dos pedidos será acumulado do dia 21 (vinte e um) do mês corrente ao dia 20 (vinte) do mês subsequente. Em caso do fornecedor estar com seu estoque adequado a nos suprir, os produtos poderão ficar disponíveis a serem despachados até o dia 05 (cinco) do mês subsequente.

 10.2.4 – Prazo de Despacho: O prazo de preparação, coleta e despacho das mercadorias é de 03 (três) à 04 (quatro) dias úteis após a chagada dos produtos na Distribuição.

10.2.5 – Prazo de Entrega: O prazo de entrega das mercadorias é definido pelo sistema dos Correios, variando conforme distância e forma de envio, sendo que esta variação em média se dá de 07 (sete) á 18 (dezoito) dias úteis após a confirmação de pagamento, podendo ocorrer antes ou depois deste período devido a operacionalização dos Correios ou empresa contratada.

10.2.6 – Dias das Entregas: Nossas entregas são realizadas de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

10.2.7 – Tentativas de Entrega: As tentativas de entrega serão feitas de acordo com cada empresa de transporte, podendo ser efetuadas até três tentativas de entrega. Após as tentativas serem feitas, os produtos podem retornar para nosso Centro de Distribuição. Caso isso ocorra, nossa equipe de Atendimento entrará em contato e os possíveis custos de reenvio correrão por conta do cliente.

10.2.8 – Para a Entrega: É necessário que haja uma pessoa autorizada no local para receber as mercadorias. Ao receber a mercadoria verifique se está conforme o solicitado. Caso haja divergências, entre em contato com o Atendimento da empresa em até no máximo 24 horas após o recebimento.

10.2.9 – Para o Envio dos Produtos: Os produtos somente serão preparados para o despacho com a confirmação do cliente da forma de envio desejada.

 

11) Garantia dos Produtos

 Garantimos que nossos produtos estarão livres de defeitos e de acordo com as especificações e qualidade conhecidas e oferecidas por nossos fornecedores, nos reservando o direito de reclamação ao nosso fornecedor em casos de algo ser relatado por nossos clientes e Revendedores.

 

12) Devolução de Produtos

 Seguimos as diretrizes do Código de Defesa do Consumidor.

Nosso compromisso é sua total satisfação nas compras realizadas em nossos sites, visando assim uma parceria de respeito e confiança.

Todas as suas solicitações de devoluções devem ser feitas diretamente ao nosso atendimento, pelos canais disponíveis – e-mail, telefone, WhatsApp.

Obs.: Caso o produto para troca não esteja disponível no momento da solicitação, nos reservamos o direito de negociar com o cliente um produto similar para atendimento imediato.

12.1 – Aceite da Devolução: Somente aceitamos devoluções dos produtos em casos onde houver impossibilidade de uso ou argumentação aceitável, que tenha a ver com algum problema que entendemos ser válido e que esteja descrito no Código de Defesa do Consumidor, com provas, conferências e razões fundamentadas, claras e com a devolução da primeira (1ª) via da nota fiscal de venda.

12.2 – Características dos Produtos: Somente serão aceitas as devoluções de produtos que estejam com as embalagens invioladas (não abertas), sem danos a rótulos, lacres e a qualquer característica dos produtos e embalagens originais (conforme Art. 18 e Art. 26 do Código de Defesa do Consumidor).

12.3 – Custos e Despesas de Devolução: Os custos da devolução das mercadorias correm por conta do cliente/Revendedor, agregado a estes, despesas de impostos, deslocamentos e taxas eventuais envolvidas no envio e devolução.

12.4 – Prazo para Devolução: Qualquer reclamação ou solicitação de devolução deve ser feita em um prazo máximo de sete dias (7 dias), a contar da data de recebimento, não sendo aceitas devoluções ou reclamações após este período (conforme Art. 49 do Código de Defesa do Consumidor).

12.5 – Ressarcimento de valores: O valor do produto será devolvido de acordo com a forma de pagamento utilizada na compra e desde que observadas às condições descritas acima.

12.5.1 – Cartão de Crédito: O estorno poderá ocorrer em até 2 (duas) faturas subsequentes. Este procedimento é de responsabilidade da administradora do cartão utilizado.

12.5.2 – Boleto Bancário e Débito online: O estorno será feito em conta corrente em até 14 (quatorze) dias úteis. Não será concedido crédito a terceiros e serão debitadas do valor as taxas e despesas das transações da operação de compra e estorno.

12.5.3 – Depósitos e Transferências: O estorno será feito na conta corrente em até 14 (quatorze) dias úteis. Não será concedido crédito a terceiros e serão debitadas do valor as taxas e despesas das transações da operação de compra e estorno.

 

13) Estrutura de Bônus dos Revendedores

 Todo Revendedor Independente cadastrado terá direito a um bônus sobre as compras de seus indicados até o seu “Décimo Nível”. Quando o Revendedor indicar um amigo ou cliente, este será cadastrado como indicado e estará ligado ao nome do seu indicador, e este terá direito as porcentagens abaixo descritas, a cada compra efetuada por seu indicado desde que esteja ativo no sistema. Lembramos que mesmo que seja indicado direto, ao ser alocado dentro da estrutura de comissões, o indicador receberá o valor referente à posição em que este novo Revendedor Independente estiver posicionado, como descrito abaixo.

13.1 – Primeiro nível   = 4% sobre o valor líquido pago pelo pedido de seu indicado menos possíveis impostos gerados.

13.2 – Segundo nível   = 3% sobre o valor líquido pago pelo pedido de seu indicado menos possíveis impostos gerados.

13.3 – Terceiro nível   = 2% sobre o valor líquido pago pelo pedido de seu indicado menos possíveis impostos gerados.

13.4 – Quarto nível   = 1% sobre o valor líquido pago pelo pedido de seu indicado menos possíveis impostos gerados.

13.5 – Quinto nível   = 1% sobre o valor líquido pago pelo pedido de seu indicado menos possíveis impostos gerados.

13.6 – Sexto nível   = 1% sobre o valor líquido pago pelo pedido de seu indicado menos possíveis impostos gerados.

13.7 – Sétimo nível   = 0,5% sobre o valor líquido pago pelo pedido de seu indicado menos possíveis impostos gerados.

13.8 – Oitavo nível   = 0,5% sobre o valor líquido pago pelo pedido de seu indicado menos possíveis impostos gerados.

13.9 – Nono nível   = 0,5% sobre o valor líquido pago pelo pedido de seu indicado menos possíveis impostos gerados.

13.10 – Décimo nível   = 0,5% sobre o valor líquido pago pelo pedido de seu indicado menos possíveis impostos gerados.

 

14) Comissão por Indicação de Novo Revendedor Independente

O programa de Indicação de Novos Revendedores Independentes dará um bônus de recompensa ao Indicador após a compra e pagamento dos produtos acumulado ou total no valor de R$ 300,00 (trezentos reais) no Sistema posterior a sua ativação e cadastro no sistema Gvig de distribuição. O valor de bonificação será de R$15,00 (quinze reais) de recompensa ao Indicador do Novo Revendedor ou 5% sobre os primeiros R$300,00 (trezentos reais) de consumo.

 

15) Manutenção de Posição, status de Habilitado/Ativo a Receber os Bônus e Descontos sobre as próprias compras e a de seus indicados

15.1 – Para habilitação como Revendedor Independente, o Cliente deve ter concluído as etapas descritas no Item 4.2.1.

15.2 – Para manter-se ativo e habilitado a receber Bônus, o Revendedor Independente deve efetuar compra de no mínimo R$ 300,00 (Trezentos reais) dentro de um período máximo de 60 dias anteriores a data do pedido de seu indicado.

15.3 – A obtenção ou concessão do status de ATIVO será perdida após os 60 dias sem a efetuação de compras, isso eliminará o direito de receber os bônus de seus indicados referentes ao período em que permanecer DESABILITADO ou INATIVO no sistema.

15.4 – Os Bônus gerados ao Revendedor INATIVO serão bloqueados, serão eliminados, não serão pagos e nem serão passados a outro Revendedor.

15.5 – Após 20 meses em que o Revendedor estiver INATIVO E DESABILITADO, o Revendedor terá 4 meses pra retornar ao sistema refazendo todos os passos desde as primeiras compras e aquisições para poder manter sua posição no Negócio.

15.6 – A EXTINÇÃO dos direitos de posição, status de Afiliado e Revendedor Independente do cliente se dará após dois (02) anos sem participação e compras no Sistema da Empresa.

15.7 – Não haverá compressão dinâmica e nem ajuste de posições INATIVAS ou CANCELADAS no sistema.

15.8 – A posição de Revendedor terá cunho vitalício e Hereditário, desde que se cumpram as condições de participação e compras nos períodos de dias e tempos acima descritos para a manutenção de seu status de Cliente ATIVO e HABILITADO.

15.9 – Observação importante: Estes períodos de manutenção das contas descritas acima poderão ser alterados, caso os sistemas pretendidos pela empresa sejam ameaçados de não terem viabilidade e condições de se manterem, e caso esta hipótese ocorra, todos os clientes e Revendedores serão comunicados com 30 dias de antecedência.

 

16) Política de privacidade

 Ao se cadastrar em nossos sites o Cliente e Revendedor terá total privacidade em relação a todos os seus dados cadastrados no sistema, nenhuma informação será aberta a terceiros.

 

17) Regras e Impedimentos Legais

 17.1 – Não permitimos a utilização de imagens de extratos de ganhos, comprovantes e outros destinados à captação de novos Revendedores Independentes como forma de aliciamento.

17.2 – Não recomendamos a formação e manutenção de estoque de mercadorias por nenhum de nossos Revendedores Independentes.

17.3 – A Remuneração da Empresa e de seus Revendedores Independentes é baseada em 100% sobre as compras e vendas realizadas pela Empresa, seus clientes e Revendedores Independentes.

 

18) Resumo dos Termos e Condições

 18.1 – Como Comprar: (item 6) pela Loja virtual, telefone, e-mail, facebook ou WhatsApp.

18.2 – Valor Mínimo de Compra: (item 7) não há valor mínimo ou máximo definido, os valores estão liberados para Afiliados, Revendedores e Clientes.

18.3 – Formas de pagamento: (item 8) somente à vista, podendo ser por boleto, depósito identificado, transferência, cartão de crédito ou débito.

18.4 – Custos de Envio: (item 10.1.2) todos os custos por conta do cliente.

18.5 – Envio dos Produtos: (item 10.1.1) somente após a confirmação do pagamento, podendo ser por transportadora ou Correio.

18.6 – Para usufruir de uma Loja Virtual de Revendedor: (item 4.1) será necessário realizar o cadastro de Revendedor no site www.gvig.com.br. Adquirir a Loja e na aquisição arcar com o custo anual do domínio escolhido pelo Revendedor, mais os custos mensais do Servidor para manter a Loja funcionando na Internet pelo Primeiro ano. Os Anos seguintes serão, caso o Revendedor opte podem ser descontados das comissões das vendas da própria Loja. O Revendedor não será proprietário de direito do sistema da Loja Virtual como descrito no item 4.1.8 das politicas internas da Empresa.

18.7 – Para se Tornar um Revendedor Independente: (item 4.2.1) para tornar-se um Revendedor Independente será exigido um acúmulo de R$ 200,00 (Duzentos reais) em compras na Loja virtual Vida Vigor (www.vidavigor.com.br), podendo ser esse valor acumulativo, não exigido em uma única compra e a efetuação do cadastro de Revendedor no site www.gvig.com.br.

18.8 – Descontos, Comissões ou Renda dos Revendedores Independentes: (item 9.1) os descontos serão calculados sobre o valor do catálogo oficial Gvig, gerando uma comissão de aproximadamente até 43% sobre o valor das vendas efetuadas, podendo variar em cada linha de produtos.

18.9 – Estrutura de Bônus dos Revendedores: (item 13) bônus gerados sobre o valor pago das compras dos indicados e dos níveis 01 à 10 com percentagens de 4 / 3 / 2 / 1 / 1 / 1 / 0,5 / 0,5 / 0,5 / 0,5 % sobre o valor líquido pago pelo pedido de seu indicado menos possíveis impostos e taxas geradas.

18.10 – Comissão por Indicação de Novo Revendedor Independente: (item 14) a recompensa ao Indicador de um Novo Revendedor será de R$15,00 (quinze reais), pagos após todas as confirmações e ativações do indicado, que são oriundas de um percentual de 5% das compras realizadas pelo indicado até atingir os primeiros R$ 300,00 (trezentos reais) em compras.

18.11 – Garantia dos Produtos: (item 11) Garantia de produtos livres de defeitos e de acordo com as especificações e qualidade conhecidas e oferecidas por nossos fornecedores.

18.12 – Devolução de Produtos: (item 12) conforme Artigos do Código de Defesa do Consumidor.

18.13 – Política de privacidade: (item 16) total privacidade em relação a todos os dados cadastrados no sistema.

 

19) Dados da Empresa

  A Empresa atualmente mantenedora deste Negócio tem os seguintes dados cadastrais:

Espaço Vida Vigor Terapias e Produtos Naturais

Razão Social: Clair Mario Geremia – ME

CNPJ: 17.873.707/0001-05                             IE: 256.995.737

Endereço: Rua André Lunardi, 1283 – Edificio Policenter – Sala 112 – Centro – CEP 89.825-000 – Xaxim – SC.

Site da Loja: www.vidavigor.com.br

Site do Sistema: www.gvig.com.br

Telefones para contato:   049- 99113-6020 – vivo e WhatsApp    ///   049- 98814-4614 – claro    ///   049- 99976-0385 – TIM   //

e-mail: atendimento@vidavigor.com.br

e-mail alternativo: sac-vidavigor@hotmail.com

Facebook: Espaço Vida Vigor

Loja Vida Vigor

Grupo Vida Vigor

 

 

20)   ANEXO 01 = Guia de Legislação no Brasil – abevd

I. Estatuto do vendedor direto

 1. Venda Direta

A venda direta deve ser entendida como aquela em que produtos e serviços são apresentados diretamente ao consumidor, por intermédio de explicações pessoais e demonstrações.

 2. Vendedor Direto

É uma pessoa que participa do sistema de distribuição de uma empresa de venda direta. Pode ser agente comercial independente, contratado por empreitada, revendedor ou distribuidor independente, representante empregado ou por conta própria, franqueado ou similar.

O vendedor direto no Brasil em geral é um revendedor autônomo e independente, que adquire produtos das empresas de vendas diretas e os revende aos seus clientes, com uma margem de lucro. Portanto, os revendedores possuem natureza jurídica de comerciantes.

Em conformidade com o Código Comercial Brasileiro (Lei n º 556, de 01.01.1850), podem ser comerciantes no País todas as pessoas que se achem na livre administração de suas pessoas e de seus bens e que não estejam expressamente proibidas pela Lei.

A partir da promulgação da Lei n º 6.586, de 06.11.1978, a venda direta pelo ambulante passou a ser disciplinada isoladamente, ficando confirmado o enquadramento do vendedor como comerciante ambulante.

A mencionada lei dispõe que “Considera-se comerciante ambulante aquele que, pessoalmente, por conta própria e a seus riscos, exerce pequena atividade comercial em via pública, ou de porta em porta” (art. 1o).,

Ficou ressalvado no artigo 2º dessa Lei que não serão considerados comerciantes ambulantes, aquele que exercem atividades em condições que caracterizem a existência de relação de emprego com o fornecedor dos produtos.

O comerciante ambulante, conforme dispõe o Decreto Lei número 486, de 03.03.1969, está desobrigado de seguir ordem uniforme de escrituração, utilizando os livros e papéis adequados, desde que estejam inseridos numas das seguintes hipóteses:

  • natureza artesiana da atividade;
  • predominância do trabalho próprio ou de familiares, ainda que organizada a atividade;
  • capital efetivamente empregado;
  • condições peculiares da atividade, que revelem a exigüidade do comércio existente.

O comerciante ambulante está obrigado a se inscrever na Previdência Social, na categoria de autônomo contribuinte obrigatório, de acordo com a Lei n º 6.586, de 06.11.1978.

Não são abrangidas pela Lei n º 6.586/78 outras atividades que, apesar de exercidas em vias ou logradouros públicos sejam objeto de legislação específica.

 3. Sistemas de Vendas

Quanto às formas de comercialização existentes, existem três formas de a revendedora se relacionar com o consumidor final:

  1. “Door to door” ou porta-a-porta: a revendedora vai até a residência ou local de trabalho do consumidor e através de folhetos demonstra e vende os produtos. Algumas revendedoras mais empreendedoras têm os produtos de maior procura para pronta entrega
  2. Catálogo: a revendedora deixa o catálogo ou folheto na residência do consumidor e depois passa para retirar o pedido (sistemática pouco utilizada no Brasil)
  3. “Party plan”: a revendedora, através de uma consumidora denominada anfitriã, promove um chá na casa da anfitriã para diversas senhoras e lá demonstra e revende os produtos (sistemática adotada por poucas empresas).
 4. Sistemas de Compensação

Quanto à forma de compensação, existem duas práticas:

  1. Mononível: a margem de lucro do produto revendido. Nesta sistemática a revendedora compra o produto e o revende com uma margem de lucro média de 30% (mark up). Nesse sistema não há qualquer pagamento feito pelas empresas aos revendedores. Esta forma de compensação também é denominada “desconto”.
  2. Multinível: a remuneração é paga pela empresa de venda direta ao revendedor que indicar outros revendedores. Neste caso, o revendedor exerce duas relações absolutamente distintas: a primeira de compra e venda (mononível) e a segunda de prestação de serviços de agenciamento em que recebe um bônus (multinível). Relação de Emprego O artigo 3o. da Consolidação das Leis do Trabalho (Decreto lei número 5.452, de 01.05.1943) estabelece os requisitos necessários para caracterizar a relação de emprego. O vendedor direto não possui relação de emprego com as empresas de vendas diretas.
 5. Relação de Emprego

O artigo 3o. da Consolidação das Leis do Trabalho (Decreto lei número 5.452, de 01.05.1943) estabelece os requisitos necessários para caracterizar a relação de emprego. O vendedor direto não possui relação de emprego com as empresas de vendas diretas.

 II. Encargos previdenciário e tributário

O comerciante ambulante é considerado contribuinte obrigatório para fins previdenciários, nos termos da Lei n º 8.212, de 24.07.1991 e Decreto número 2.173 de 05.03.1997 e suas alterações posteriores, sendo obrigado a recolher contribuições para o Instituto Nacional de Seguridade Social calculadas com aplicação de alíquotas de 20%.

A inscrição do comerciante ambulante e o recolhimento das contribuições confere os benefícios da legislação previdenciária (aposentadoria, pensão aos beneficiários, auxílio-doença, salário-maternidade e outros).

O comerciante ambulante, além da contribuição previdenciária, está sujeito aos seguintes tributos:

Tributo Federal – Imposto de Renda incidente sobre o lucro auferido (IRPF)
Imposto de Renda da Pessoa Física: é recomendável que a revendedora escriture o livro caixa, para que se possa apurar a efetiva lucratividade, nos termos do Regulamento do Imposto de Renda.

Tributo Estadual – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicações (ICMS)

ICMS – Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicações.

Como a própria denominação indica, este imposto incide sobre as operações relativas à circulação de mercadorias e sobre a prestação de algumas espécies de serviços (telecomunicações e energia elétrica).

O fato gerador do ICMS ocorre, basicamente, na saída das mercadorias do estabelecimento do remetente, e o imposto é calculado sobre o valor das mercadorias remetidas.

Segundo o Artigo 155 da Constituição Federal Brasileira, compete aos Estados e ao Distrito Federal instituir o ICMS e legislar sobre as formalidades necessárias ao controle da arrecadação e administração desse imposto.

A fim de facilitar esse controle, os contribuintes devem ser inscritos na Secretaria da Fazenda de seu respectivo Estado, emitir notas fiscais, onde é lançado o ICMS, escriturar livros fiscais e no final de cada período, geralmente em bases mensais, recolher o imposto apurado, aos cofres do Estado.

Para as empresas não há dificuldades para o cumprimento dessas formalidades, entretanto, Para os revendedores há muita dificuldade para o cumprimento das formalidades, em virtude de seu pouco conhecimento das leis tributárias e do custo financeiro que teriam que suportar.

Por esse fato, existe no Brasil um instituto tributário chamado de “substituição tributária”, através da qual o industrial ou comerciante atacadista fica obrigado a recolher o ICMS devido nas operações subsequentes, em relação às mercadorias revendidas pelos revendedores.

A substituição tributária na venda direta encontra-se atualmente regulamentada pelo Convênio ICMS n º 45, de 23.07.1999, do CONFAZ – Conselho Fazendário (órgão firmado pelo Ministro da Fazenda e os Secretários da Fazenda dos Estados e do Distrito Federal). O Convênio ICMS 75/94 foi revogado pelo Convênio ICMS 45/99. Visite o site www.confaz.gov.br

Em razão de tal regulamentação, as empresas celebram com as Secretarias da Fazenda dos Estados um Termo de Acordo ou Regimes Especiais (uma espécie de contrato), onde são estabelecidas as formalidades a serem cumpridas pelas partes para o cálculo e recolhimento do ICMS devido pelas revendedoras domiciliares.

As empresas se obrigam a escriturar os livros fiscais relativos às operações das revendedoras domiciliares, recolher o imposto devido e cumprir outras formalidades em nome das revendedoras domiciliares.

Estas, por sua vez, recebem um número de inscrição coletivo, que abrange a todas, ficando desobrigadas, pessoalmente, do cumprimento de qualquer formalidade, inclusive emissão de notas fiscais.

Desta forma, as empresas assumem a total responsabilidade pelo recolhimento do ICMS devido pela atividade comercial das revendedoras domiciliares, podendo, inclusive, ser processadas administrativa e judicialmente, caso não cumpram as obrigações assumidas.

III. Lei de proteção ao consumidor

O Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078 de 11.09.1990) define os direitos do consumidor: trata da qualidade dos produtos e serviços, da prevenção e da reparação dos danos; dispõe sobre práticas comerciais prejudiciais ao consumidor e demais relações de consumo, incluindo fabricantes, comerciantes, governo e demais pessoas físicas/jurídicas envolvidas na cadeia de consumo.

Essa lei não específica para o mercado atendido pelas empresas de vendas diretas. Alguns artigos dessa lei, no entanto, têm como objetivo a defesa do consumidor atendido pelo sistema de vendas diretas. Exemplo: o prazo de arrependimento (artigo 49), determina que o consumidor tem 7 dias para desistir da compra do produto ou serviço, sendo que a empresa obriga-se a aceitar a devolução do produto ou obriga-se a devolver o respectivo valor devidamente corrigido pela inflação.

IV. Leis anti-piramidais

A Constituição Federal assegura o livre exercício de qualquer atividade econômica, fundada na valorização do trabalho humano e na livre iniciativa.

O Código Penal (Decreto Lei n° 2.848, de 07.12.1940) impõe limites à comercialização ao penalizar fraudes ou vantagens ilícitas, incluindo entre elas os sistemas piramidais ou correntes de felicidade.

 V. Leis referentes ao Marketing multinível

Empresas de distribuição multinível são aquelas que comercializam produtos por intermédio de comerciantes ou distribuidores que, por sua vez, patrocinam outros, recebendo pagamentos baseados sobre as vendas realizadas pelos patrocinados.

As leis brasileiras não proíbem tal sistema de distribuição, sujeitando-se quem dele se utiliza às normas legais a que estão sujeitas as empresas em geral.

Os pagamentos correspondentes às vendas feitas pelos patrocinados estão sujeitos ao recolhimento do imposto de renda na fonte, bem como, no caso de pessoa física, à contribuição para o Instituto Nacional de Seguridade Social.

VI. Leis sobre crédito ao consumidor

Inexistem leis específicas regulamentando a concessão de crédito ao consumidor adquirente de produtos por venda direta.

Aliás, tendo em vista que a quase totalidade das vendas diretas é feita por intermédio de comerciantes ambulantes, não há praticamente concessões de crédito a consumidores.

Alguns poucos créditos, baseados na confiança, são concedidos sem maiores formalidades, limitando-se, contudo, à concessão de prazo para pagamento, sem acréscimo de juros.

  VII. Leis de licenciamento

À exceção da Lei n º 6.586/78, do Código de Defesa do Consumidor e do Convênio ICMS 45/99, não existe uma legislação específica acerca da venda direta em âmbito federal, estadual ou municipal, a exemplo do que ocorre em outros países do mundo. Conforme artigo 170 da Constituição Federal Brasileira, a ordem econômica é fundada nos princípios da livre iniciativa e livre concorrência. Assim, o sistema de vendas diretas não é proibido no Brasil.

 

ANEXO 02 – Perguntas frequentes

Por que não estamos associados à ABEVD?

 Segundo o Art. 5º da Constituição Federal em seus parágrafos:

XVII – é plena a liberdade de associação para fins lícitos,

XX – ninguém poderá ser compelido a associar-se ou a permanecer associado.

O que caracteriza o sistema de vendas diretas?A venda direta é um canal de distribuição que movimenta produtos e/ou serviços do  fabricante para o consumidor final, por meio de uma rede de revendedores autônomos.  Ou seja, os revendedores compram produtos da empresa e os revendem aos consumidores. É uma ótima fonte alternativa de renda, aberta a qualquer pessoa, independentemente de sexo, idade, escolaridade ou experiência anterior.

O negócio de vendas diretas está maduro no Brasil? O setor de venda direta no Brasil conta com mais de 4,5 milhões de empreendedores em sua força de vendas, gera cerca de 8 mil empregos diretos e atingiu, em 2013, R$ 41,6 bilhões em volume de negócios. O país ocupa a quarta posição no ranking da World Federation of Direct Selling Associations (WFDSA), atrás apenas dos Estados Unidos, Japão e China. No entanto, devido a fatores socioeconômicos e climáticos, podemos classificar as regiões Sul e Sudeste como maduras, e as demais, híbridas.

Como funciona o modelo multinível de vendas diretas?

 Os dois modelos mais utilizados para vendas diretas são o mononível e o multinível.

No sistema mononível o revendedor compra da empresa e revende ao cliente, obtendo lucros da margem de revenda.

Já no modelo multinível, também conhecido como Marketing de Rede, além da margem de revenda, o revendedor também indica pessoas que podem, por sua vez, indicar outras e assim, sucessivamente, formando uma organização de vendas. O revendedor ganha uma porcentagem nas vendas realizadas por todas as pessoas indicadas por ele, direta ou indiretamente.

 É correto dizer que, ao se cadastrar em uma empresa de marketing multinível, o revendedor terá fortuna e ganhos fáceis? Não. Os ganhos não se dão de maneira fácil, já que o revendedor que faz parte de uma rede de marketing multinível precisará construir seu negócio da mesma maneira que um empresário do varejo tradicional. Ou seja, deverá vender produtos e/ou serviços diretamente a seus clientes, indicar novos revendedores, capacitar sua equipe e gerir seu negócio.

 É verdade que a única maneira de ganhar dinheiro em uma oportunidade de negócio em marketing multinível é ser um antigo revendedor? Os novos revendedores ganham menos do que os primeiros? 

Não. O marketing multinível oferece a mesma oportunidade a todos os

revendedores para desenvolver seu negócio. Os ganhos são proporcionais ao esforço de cada um, pois variam de acordo com o volume de vendas pessoais e o desenvolvimento da rede.

Os revendedores com perfil mais empreendedor, mais engajados e com mais tempo de dedicação ao negócio podem ter ganhos maiores do que aqueles que participam há mais tempo.

 O que torna a venda direta no modelo multinível diferente da pirâmide? São inúmeras as diferenças entre os dois modelos, dentre as quais se destacam:

 

Venda diretaPirâmide
Vende produtos e serviçosNão vende nada ou mascaram a inexistência de produtos ou serviços cobrando por eles valores muito acima daqueles praticados no mercado
Ganho proporcional ao esforçoO primeiro a entrar é o que mais ganha
Continuidade (e hereditariedade)Não há continuidade
Gera e recolhe impostosNem sempre há pagamento de impostos e emissão de notas fiscais
Tem garantia de devolução ou de desistência do negócioNem sempre há garantia de devolução ou possibilidade de desistir do negócio
Forte investimento em treinamentoFoco no desconhecido e apenas no enriquecimento rápido e fácil (não há treinamento)
São associadas à ABEVD e à WFDSA (World Federation of Direct Selling Associations) e cumprem o Código de ÉticaEsquemas ilegais que não cumprem o Código de Ética de associações do setor

 

Presente em mais de 100 paísesPodem ser enquadrado em crimes como estelionato, crime contra a economia popular, evasão de divisas entre outros.

Há alguma lei que regulamente o sistema de marketing multinível? Não há leis específicas no Brasil que regulamentem o modelo comercial de vendas em redes, mas há o Código de Ética da ABEVD, que segue o modelo mundial adotado pela WFDSA (World Federation of Direct Selling Associations), cujo cumprimento requer um nível de comportamento ético que excede requerimentos legais nacionais. As empresas associadas à ABEVD comprometem-se a cumprir e a difundir seus códigos de ética e conduta.

Que vantagens a pessoa tem em aderir ao recrutamento de um terceiro se poderia dirigir-se diretamente à empresa? Ao ser cadastrada ao grupo de um revendedor, esta pessoa ganha apoio, orientação e treinamento constantes. Além disso, algumas empresas têm como política não permitir que o interessado se cadastre diretamente com elas.

Qual é o posicionamento da ABEVD e de suas empresas associadas quanto às promessas de ganhos fáceis? Nós estimulamos os revendedores a apresentarem o negócio de maneira profissional e responsável. Quando constatados abusos e, de acordo com os critérios adotados pelas empresas e pelo Código de Ética da venda direta, os revendedores podem sofrer medidas disciplinares e, até mesmo, a exclusão da rede.